A história das 3 fotos mais votadas, escolhidas pelo público

Quiver Trees

Chamadas de “Choje” pelos nativos, as Quiver Trees ganharam este nome dos Ingleses , estas árvores são nativas do sul da Namíbia, quase na fronteira com a África do Sul. Próximo a cidade de Keetmanshoop existe uma pequena floresta, onde esta foto foi feita.

Estas árvores podem atingir 9 metros de altura e chegam a ter 6 metros de envergadura, crescem num único tronco e florescem no inverno. Suas flores podem ser ingeridas, tem um gosto parecido com o Aspargos. Nesta pequena floresta, elas se reproduzem naturalmente, sem nenhuma intervenção humana.

Geralmente elas crescem distantes umas das outras, mas neste área, ainda não se sabe a razão, elas crescem bem juntas umas das outras.

Suas raízes são utilizadas no tratamento de asma e tuberculose.
As Quiver Trees foram declaradas monumento nacional da Namíbia em Junho/1995.

Para conseguir esta foto, foi preciso acordar às 4:00 e percorrer cerca de 15km para chegar até esta pequena floresta. Cheguei ao local e as primeiras luzes do dia começaram a iluminar o cenário. 
Como eu já havia estado no local um dia antes, eu já sabia qual seria a posição da foto que eu buscava. Caminhei até o local, me posicionei e esperei o sol iluminar a cena.

Quer ver outras imagens da Naíbia?

Seljalandsfoss

Seljalandsfoss é uma cachoeira que pode ser totalmente circulada, situada na costa sul da Islândia, com uma queda de 60 metros (200 pés).
Devido à proximidade da cachoeira com o anel viário e impressionantes características naturais, é uma das cataratas mais famosas e visitadas do país. Majestoso e pitoresco, é uma das características mais fotografadas em toda a Islândia.

Uma curiosidade desta foto é que ela foi feita por volta da MEIA NOITE, isso mesmo, meia noite. No verão o sol não se põem na Islândia, ele só baixa da linha do horizonte, mas permanece iluminando a região.

Esta foi uma foto muito difícil de ser feita, pois a névoa que se espalha da queda, arrasta consigo gotículas de água que em poucos segundos deixa a lente toda molhada. 
Para conseguir uma imagem assim é preciso ser muito rápido no enquadramento e no disparo. Foram várias tentativas até eu conseguir chegar nesta foto.

Após uma hora no local, buscando a melhor imagem, não preciso dizer que eu e todo o meu equipamento ficamos completamente molhados.

Quer ver outras imagens da Islândia?

El Chaltén

Localizada no sul da Argentina, El Chaltén está localizada dentro do Parque Nacional Glaciares, num vale entre o rio De Las Vueltas e o monte Fitzroy.

Seu nome tem origem na montanha, pois Chaltén na língua Aonikenk, significa “Montanha de Fumaça”.

A cidade está em uma ecorregião chamada ecótono, a transição entre a estepe e a floresta. A planície leva abruptamente a enormes formações rochosas com vales florestais atravessados por rios e córregos. As estações do ano são bem definidas durante o ano, o verão é ameno, com temperaturas médias de 12ºC, dias com muitas horas de luz solar, chuvas geralmente ventosas e moderadas. O inverno é frio, com temperatura média de 2ºC, dias curtos, pouco vento e nevascas esporádicas.

Após quase 3 dias de chuva incessante, o rio De Las Vueltas, transbordou levemente, chegando a invadir a ruta 23, com isso toda a região ficou com o nível da água acima do normal.

Nesta imagem, o curso do rio fica próximo às montanhas ao fundo, mas suas águas chegaram bem próximo da estrada (de terra). 

O acesso foi bem fácil, pois parei o carro e já estava pronto para fotografar aquela cena.
Percebi que o vento forte estava transportando as nuvens rapidamente, mas eu não conseguia identifica a direção do vento.

Resolvi fazer uma foto com uma longa exposição, pois eu sabia que o vento e as nuvens fariam um lindo desenho pra mim no céu.

Gostei do resultado pois a suavidade do céu combina com a paz e tranquilidade das águas, o reflexo da vegetação, cria um guia imaginário que auxilia na composição.

Quer ver outras imagens da Patagônia?

Emerson Murakami

Normalmente eu começo a fotografar quando a maioria das pessoas estão dormindo, caminhando na escuridão da noite  e geralmente em lugares de difícil acesso. Ao alvorecer minha câmera já está preparada para captar a luz crepuscular.

Costumo dizer que minha fotografia, aparentemente simplista, registra apenas os elementos essenciais para compor uma imagem, para os gostam de fotografia, uma leitura de fácil apreciação e para os especialistas, a interpretação da alma da natureza.

error: Este conteúdo é protegido!!!